(((rádio lucweb))) : Começa a demolição da Daslu na Marginal

19 de nov de 2012

Começa a demolição da Daslu na Marginal

Prédio dará lugar a complexo high-tech com escritórios, restaurante e teatro
19/10/2012 às 0:4hs

Símbolo de riqueza e luxo, o prédio que abrigou a Villa Daslu, na Vila Olímpia, zona sul de São Paulo, está sendo parcialmente demolido. O empreendimento será reformado e, no lugar de roupas e acessórios de grandes marcas internacionais, abrigará escritórios, restaurantes e um teatro multiuso. A previsão é de que tudo esteja pronto no segundo semestre de 2013.
Cercado por telas de proteção e máquinas, o edifício terá toda a fachada removida e modificada, para ficar no mesmo padrão que os outros prédios do empreendimento, totalmente high-tech. Como novos andares serão construídos, a estrutura será reforçada. Atualmente com cinco andares, o prédio terá 11 e a área construída chegará a 28 mil m².

Placas brancas de crystalato (material feito de vidro) foram importadas do Japão e ao lado de blocos de vidros espelhados darão requinte ao revestimento. O arquiteto Bernardo Fort-Brescia, do escritório Arquitectonica, é o responsável pelo projeto. O estilo é o mesmo já adotado na fachada do Shopping JK.

Onde antes ficavam lojas de marcas que ainda não tinham loja no Brasil, como Chanel, Pucci e Gucci, serão construídos escritórios com áreas entre 1,2 mil e 5 mil m². Nos tempos áureos, a fama da loja era tanta que ela chegou a fazer parte do circuito turístico da cidade oferecido por agências de viagens - mas para clientes VIPs, é claro.

Hoje, a fama permanece a mesma. A butique continua a existir, instalada no maior lote do já badalado Shopping JK, ao lado das grifes internacionais que ajudou a divulgar no Brasil.

Entretenimento. O prédio não será, no entanto, apenas um edifício corporativo. No formato de cubo, o teatro que será construído ao lado do prédio será dedicado a grandes espetáculos, especialmente musicais importados da Broadway.

Com capacidade para até 1.200 lugares e tecnologia multiuso, o espaço é projetado ainda para dar vida noturna ao espaço, que terá também quatro restaurantes posicionados em uma espécie de boulevard. O Serafina, filial de um homônimo de Nova York, está confirmado para ocupar um dos lotes. A rede já abriu as portas no Itaim e nos Jardins.

Quando a reforma estiver completa, a antiga Villa Daslu vai transformar-se no "bloco 4" do megacomplexo corporativo construído pela WTorre no terreno de 410 mil metros quadrados entre a Marginal do Pinheiros e a Avenida Chedid Jafet. O empreendimento é formado por outras três torres de escritórios, além do Shopping JK. Estima-se que o conjunto, que começou a ser construído em 2006, quando a construtora comprou o antigo "esqueleto da Eletropaulo", atraia diariamente mais de 70 mil carros à região da Vila Olímpia, cujo tráfego já é saturado
fonte:estadão.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário