Rádio Lucweb

Pedido musical

Pedir Música

30 de mai. de 2020

MILLI VANILLI: A FARSA MUSICAL QUE ESCANDALIZOU MILHARES DE FÃS


Os cantores montaram o grupo na Alemanha e conquistaram a maior premiação musical do mundo, todavia, foram rapidamente desmascarados
ANDRÉ NOGUEIRA Rob Pilatus e Fab Morvan, o Milli Vanilli - Divulgação/Youtube

Na Alemanha, uma dupla de reggae e dance se destacou, no auge de seu sucesso, como uma fraude da indústria musical. Trata-se de Rob Pilatus, estadunidense, e Fab Morvan, francês, que se associaram a partir do agenciamento de Franz Farian em 1988, que criou o grupo Milli Vanilli. O sucesso da dupla foi instantâneo, levando o conjunto à vitória no Grammy de 1990, como "Melhor Artista Estreante".
Desde cedo, pairavam suspeitas de que a dupla não cantava as próprias músicas: não só por falhas técnicas em palco, que foram reveladoras, mas ignoradas, mas também por denúncia de artistas, como Charles Shaw, que anunciou o Milli Vanilli como fraude, mas logo se calou ao receber mais de um milhão de dólares em propina.
Em 1990, a dupla ganhou o Grammy e espaço para ascensão, o que subiu à cabeça da dupla, com destaque para Pilatus, que, já usuário de cocaína, se comparava a Hendrix, Dylan e Presley.
A dupla com Farian / Crédito: Wikimedia Commons

As aparições públicas do Milli Vanilli começaram a, cada vez mais, manchar a imagem da dupla. Com o tempo, os boatos de que Rob e Fab somente interpretavam as canções enquanto eram dublados ofuscaram o sucesso. A arrogância dos artistas, que se diziam superar os clássicos, só expunha mais a farsa da ausência de seus talentos.

Chegou um momento em que as especulações e acusações criaram um cenário tão tenso que o agente Franz Farian, ainda em 1990, admitiu a farsa da dupla: nenhum dos dois era intérprete das músicas (mesmo que, naquele tempo, eles já pressionassem o produtor para cantarem no próximo álbum), mas sim artistas que foram silenciados, como Charles Shaw, John Davis e Brad Howell.

A lógica era simples: os autores seriam excelentes, porém seria muito mais rentável veicular as canções através de uma dupla de jovens promissores e sensuais. Pura artimanha publicitária da indústria musical. Farian relatou que conhecera Pilatus e Morvan numa discoteca de Berlim e, logo, percebeu o potencial de vendas daquelas figuras. O encontro rendeu uma das maiores fraudes da história da música mundial.

O caso gerou grande polêmica entre as premiações do mundo musical, exigindo uma grande discussão que, fomentada e pressionada pela grande mídia dos EUA, levou a comissão do Grammy à decisão de retirar o prêmio da Milli Vanilli.Girl You Know It's True, álbum que revelou a dupla ao mundo / Crédito: Wikimedia Commons

Já os prêmios da American Music Award nunca foram retirados, afinal, o critério de ranqueamento era pautado nas vendas, o que não mudava com a revelação. Farian até hoje tem posse desses troféus. A dupla foi demitida da gravadora e seus másters, apagados.

Fab e Rob, então foram processados por diversas pessoas, amparadas pelas leis de proteção a consumidores. A dupla e sua ex-gravadora ainda tiveram o trabalho de lidar com pedidos de reembolso e devoluções do álbum Girl You Know It's True por ex-fãs decepcionados. Ambos os cantores tentaram se reerguer com outros projetos, mas nunca atingiram as mesmas dimensões do Milli Vanilli original.

+Conheça as seguintes obras relativas ao Milli Vanilli:

1. The Milli Vanilli Condition: Essays on Culture in the New Millennium - https://amzn.to/36vTneX

2. Milli Vanilli Mindfulness Coloring Book - https://amzn.to/2vmm6pI

3. Milli Vanilli - https://amzn.to/2uBGUJA

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta pá

19 de abr. de 2020

O que foi o AI-5?

O AI-5 foi decretado em 13 de dezembro de 1968. Esse ano para a história do Brasil e do mundo ficou marcado por grande mobilização popular. O movimento estudantil juntou-se contra o regime a partir de março daquele ano e, no fim desse mês, o estudante Edson Luis de Lima Souto foi morto pela polícia em um protesto realizado no Rio de Janeiro.

A morte de Edson Luis sensibilizou o país e deu força para o movimento estudantil. O enterro do estudante contou com a presença de mais de 60 mil pessoas|3| e, a partir desse momento, novas manifestações estudantis aconteceram. Em junho, houve violentos confrontos da polícia contra os estudantes que reivindicavam o fim da ditadura.

Em junho de 1968, ainda aconteceu a Passeata dos Cem Mil, que mobilizou 100 mil pessoas nas ruas do Rio de Janeiro e contou com a presença de artistas e intelectuais. Em julho, a ditadura proibiu a realização de manifestações e, em agosto, começou a intervir diretamente nas universidades públicas. A ditadura agia para acabar com a força do movimento estudantil, e muitos dos estudantes, acuados, optaram por ingressar na luta armada.

A oposição ao regime não acontecia somente por meio dos estudantes, mas também por intermédio da luta armada. Em razão da implantação da ditadura e da perseguição à oposição, determinados grupos da sociedade ingressaram na luta armada como forma de combater a ditadura. Um dos grandes nomes da luta armada que se engajaram contra a ditadura foi Carlos Marighella, que reivindicou a autoria de um atentado contra o Consulado dos Estados Unidos em São Paulo, por exemplo.

Além do movimento estudantil e da luta armada, a ditadura também teve de lidar com a oposição do movimento operário, que, em 1968, engajou-se contra a ditadura por causa de todas as perdas que os trabalhadores tiveram com a política de arrocho social implantada por esse regime a partir de 1964. Houve grandes mobilizações de trabalhadores em Contagem (Minas Gerais) e Osasco (São Paulo). Percebe-se, portanto, que 1968 foi um ano intenso na história brasileira, e a oposição contra a Ditadura Militar ganhou força em diversas frentes.

Acesse também: Veja os principais fatos a respeito do primeiro presidente da ditadura

Estopim para o AI-5O estopim para que a Ditadura Militar implantasse o AI-5 em nosso país aconteceu com o discurso do deputado Márcio Moreira Alves, do Movimento Democrático Brasileiro (MDB). O discurso do deputado emedebista aconteceu em 3 de setembro de 1968 e, na ocasião, duros ataques foram feitos à ditadura.

Márcio Moreira discursou contra a violência cometida pelos militares, convocou a população a boicotar os desfiles de 7 de setembro e questionou quando o Exército deixaria de ser um “valhacouto de torturadores”. O discurso foi realizado com o Plenário vazio, mas enfureceu os militares.

O Exército exigiu uma punição ao deputado da oposição, mas a Câmara dos Deputados recusou-se a punir Márcio Moreira. Essa derrota mostrou que a oposição contra a ditadura ganhava força até nos meios políticos. Com isso, o Conselho de Segurança Nacional organizou uma reunião conhecida como “missa negra”.

Durante a missa negra, o vice-presidente, Pedro Aleixo, procurou convencer os militares a não impor o AI-5 e apenas estabelecer estado de sítio. A proposta de Pedro Aleixo foi rejeitada, e o AI-5 foi anunciado no dia citado, 13 de dezembro de 1968.

O AI-5 foi a resposta do regime militar para toda a crise que a Ditadura Militar enfrentava em 1968. Em razão das mobilizações de estudantes, operários, artistas e intelectuais, somadas à luta armada e à oposição de políticos às ordens do governo, a cúpula militar reuniu-se para endurecer o regime. Sendo assim, como já salientado, o AI-5 não foi um “golpe dentro do golpe”, mas uma resposta pensada dos militares para as tentativas da sociedade brasileira de resistir contra a ditadura.
Por Daniel Neves
Graduado em História
O Ato Institucional nº 5 foi decretado em 1968, durante o governo de Artur Costa e Silva.*
O Ato Institucional nº 5 foi decretado em 1968, durante o governo de Artur Costa e Silva.*
fonte:https://brasilescola.uol.com.br/

1 de abr. de 2020

O coronavírus (COVID-19)

O coronavírus (COVID-19) é uma doença infecciosa causada por um novo vírus que nunca havia sido identificado em humanos.

O vírus causa uma doença respiratória semelhante à gripe e tem sintomas como tosse, febre e, em casos mais graves, pneumonia. É possível se proteger ao lavar as mãos com frequência e evitar tocar no rosto.
TRANSMISSÃO

A principal forma de contágio do novo coronavírus é o contato com uma pessoa infectada, que transmite o vírus por meio de tosse, espirros, gotículas de saliva ou coriza.
Saiba mais em who.int
Apenas para fins informativos. Consulte sua autoridade médica local para receber aconselhamento apropriado.
Fonte: Organização Mundial da Saúde

13 de dez. de 2019

Daniella Perez, relembre o crime ela faria 49 anos no dia 11 de dezembro

Já se vão quase 27 anos do dia em que o Brasil parou para assistir, estarrecido, a notícia sobre a morte da atriz global Daniella Perez, que, em 11 de dezembro  faria 44 anos. No início da carreira, a jovem de 22 anos, filha da autora de novelas da TV Globo Glória Perez, foi morta com golpes de punhal depois de uma emboscada em um posto de combustíveis na avenida das Américas, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. O corpo foi encontrado num terreno baldio na mesma região. Era 28 de dezembro de 1992.

Na delegacia, a mãe da atriz, o marido de Daniella, o ator Raul Gazolla, além de vários outros amigos e familiares, eram consolados pelo colega de trabalho da jovem, o ator Guilherme de Pádua. As investigações, no entanto, não demoraram a apontar os culpados pelo crime: o mesmo Guilherme de Pádua, que contracenava com a atriz na novela De corpo e Alma, no ar também na Globo, e sua esposa à época, Paula Thomaz. O ator foi levado a depor já no dia seguinte, depois de ser detido em seu apartamento, confessando a autoria.

Em uma série de depoimentos desencontrados e contraditórios à polícia, o então ator deu várias versões para o crime, ora dizendo da participação de Paula, ora inocentando-a. Uma das metas de Pádua foi sempre confundir a investigação, tentando provar que o crime não fora premeditado e que havia uma aura de passionalidade na história.


Daniella PerezFoto: Divulgação


Pessoas próximas a Daniella Perez negam que houvesse qualquer proximidade entre os dois. Além dessa, todas as estratégias montadas pelo casal para tentar amenizar o caráter vil e torpe do crime – até mesmo a suposta premeditação - não foram suficientes para escaparem da prisão e da pena. Mesmo assim, o crime demorou nada menos que cinco anos para ser julgado.

O crime

Daniella Perez foi morta com 18 tesouradas no dia 28 de dezembro de 1992. O caso provocou imensa comoção nacional, já que a atriz vivia a personagem Yasmin na novela De Corpo e Alma, escrita por sua mãe, Glória Perez. Ela foi assassinada pelo ator Guilherme de Pádua e pela sua mulher na época, Paula Thomaz. O ator interpretava o personagem Bira, que era apaixonado por Yasmin na trama.

O crime aconteceu por volta das 21h30, logo após Daniella deixar os estúdios da TV Globo. Seu corpo foi encontrado no dia seguinte, em um matagal na Barra da Tijuca. Antes de confessar o crime, Guilherme procurou o marido da atriz, o ator Raul Gazolla, e Glória Perez para prestar solidariedade. Ele chegou a ser chamado de "grande amigo" pelo viúvo

Após a confissão, cogitou-se que Guilherme estava confundindo ficção com realidade, que estaria apaixonado pela atriz e que os dois teriam um romance, rumor negado pelos colegas de elenco. O crime teria sido motivado por ciúmes que ameaçavam a vida conjugal do casal. Guilherme foi autor de ao menos 12 estocadas no peito da atriz, a maioria no peito e pulmão. Ela também recebeu golpes na traqueia, que a impediram de respirar. Paula tentou atingir Daniella com uma chave de fenda e foi quem buscou a tesoura usada no crime.

O autor do crime
O mineiro Guilherme de Pádua estreou na televisão na novela De Corpo e Alma, a primeira e última da sua breve carreira. Anos antes da estreia, chegou ao Rio de Janeiro para tentar a carreira artística. Especula-se que trabalhou como michê, mas o fato sempre foi negado por ele.

Em janeiro de 1997, por cinco votos a dois do júri popular, Guilherme de Pádua foi condenado a 19 anos de cadeia. Paula Thomaz, sua mulher, também foi condenada no mesmo ano, tendo a sentença sido decretada em maio. Ela foi punida com 18 anos e meio de detenção, também por júri popular e placar de quatro votos a três. Como os dois estavam detidos desde o assassinato, ainda em 1992, cumpriram mais dois anos de cadeia e foram libertados em 1999.


Daniella Perez Foto: Divulgação

A decisão da Justiça pela liberdade do casal tinha base legal. Não havia nenhuma chance de a decisão ser revista. Como o casal teve bom comportamento na cadeia e era primário (sem antecedentes), foi beneficiado com a chamada progressão da pena, conseguindo acertar as contas com a lei depois de cumprir um terço da sentença original.

Hoje soltos, Guilherme vive em Belo Horizonte e Paula mora no Rio, onde se casou novamente e teve dois filhos. Na época do crime, com apenas 19 anos, ela estava grávida de quatro meses e acabou tendo o bebê na cadeia. Guilherme e Paula se divorciaram durante o cumprimento da pena, quando ele mudou sua versão em definitivo, incluindo a mulher como co-autora do crime. O bebê foi adotado legalmente pelo atual marido de Paula, o advogado Sérgio Ricardo Rodrigues Peixoto.

A sentença de Guilherme foi proferida pelo juiz José Geraldo Antônio, depois de três exaustivos dias de julgamento. Na decisão, o juiz cita pontos da personalidade do ator. “O réu exteriorizou uma personalidade violenta, perversa e covarde, quando destruiu a vida de uma pessoa indefesa, sem nenhuma chance de escapar ao ataque de seu algoz, pois, além da desvantagem da força física, o fato se desenrolou em local onde jamais se ouviria o grito desesperador e agonizante da vítima. Demonstrou o réu ser uma pessoa inadaptada ao convívio social, por não vicejarem no seu espírito os sentimentos de amizade, generosidade e solidariedade, colocando acima de qualquer valor sua ambição pessoal”.


                                                                                                                    fonte: site TERRA

9 de nov. de 2019

DESENHOS DA NOSSA INFÂNCIA


A Cobrinha Azul (The Blue Racer) é um desenho animado produzido pelos estúdios DePatie-Freleng Enterprises entre 1972 e 1974, que teve um total de 17 episódios. O personagem que dá título à animação foi baseado em um réptil que vive nos Estados Unidos, famoso pela velocidade em que ataca sua presa. O desenho mostrava o dia-a-dia e as dificuldades da Cobrinha Azul ("a cobra mais rápida do Hemisfério Norte", segundo ela mesma) em capturar sua refeição. Seu principal alvo era o Besouro Japonês (Japanese Beetle), faixa preta em karatê e comedor de flores, que sempre complicava a vida da cobrinha. Além de sofrer nas mãos do inseto, a cobra ainda era obrigada a ouvir uma irritante melodia entoada pelo estereotipado personagem oriental: "toli-toli-toláááá, a cobla ficou lááááááááá".
No Brasil, o desenho foi exibido pela TV Tupi nos anos 70 e pela TVS (atual SBT) nos anos 80.
Ficha técnica
* Distribuição: United Artists
* Direção: Gerry Chiniquy
* Produção: David H. DePatie e Friz Freleng
* Animação: Robert Taylor, Don Williams, Bob Richardson
* Roteirista: John W. Dunn.
* Data de estréia: 3 de Julho de 1972
* Colorido
Dubladores
No Brasil
* Besouro: Carlos Marques
* Cobrinha Azul: Castro Gonzaga. From Wikipedia. Tradução/adaptação livre: Vitor Pinheiro.

4 de jul. de 2019

A arte de se colocar no lugar do outro

Você tem o costume de se colocar no lugar do outro?
Quando nos colocamos no lugar de alguém para tentar entender seu ponto de vista, fica mais fácil compreender e aceitar as diferenças. E mais, nasce aí um sentimento dos mais nobres: a compaixão.
Quando você compreende o outro passa a querer ajudar ao invés de julgar ou ter pena.
Pensar nisso é fundamental para nos transformar e transformar o mundo.
É esse pensamento que vai fazer com que a gente passe da lamentação para a ação.
Ficar triste ao ver uma criança doente no hospital ou pessoas morando na rua é normal. O que não pode é ficar só nisso. Quando imaginamos como nos sentiríamos nessa situação, tudo muda.
A gente passa a ter vontade de mudar aquilo. E é aí que percebemos como temos o poder de transformar, com pequenas atitudes, a vida do outro e o mundo.
Pode ser uma carona num dia de chuva, um trabalho voluntário, um prato de comida ou simplesmente uma porta aberta.
Existem muitas maneiras de exercer a compaixão e ajudar o outro.

1 de jun. de 2019

BROOKLYN ALAMEDAS - BOITUVA

Toda  informação sobre  planejamento do shopping Brooklyn Alamedas  clique sobre a foto abaixo  e sera direcionado para o arquiv no formato pdf completo!
 brooklyn alameda


fotos do arquivo oficial






 urbanity sacs


vídeo postado no facebook  mostra o local onde sera construído o empreendimento 
 video no facebook sobre demolição do predio da brooklyn para construção do novo  shopping

13 de fev. de 2019

Polícia Civil apura sumiço de investigador após viajar para Boituva


Rodrigo de Campos Pereira, de 35 anos, foi visto pela última vez em uma
 agência bancária de Boituva na segunda-feira (11). Segundo a polícia,
 ele trabalha em Capela do Alto e mora em Tatuí.
Por Paola Patriarca, G1 Itapetininga e Região
13/02/2019 15h47 Atualizado há 5 dias

Rodrigo Pereira está desaparecido desde 11 de fevereiro —
 Foto: Reprodução/Facebook
A Polícia Civil investiga o desaparecimento do investigador
Rodrigo de Campos Pereira, de 35 anos, que está sumido
 desde segunda-feira (11) após viajar para Boituva (SP).
Segundo o boletim de ocorrência, a mãe do policial relatou que
 o filho trabalha em Capela do Alto, mas mora em Tatuí
 e está em férias.
Na segunda-feira, ele saiu de casa com uma motocicleta para
 levar a namorada até Capela do Alto, onde ela também
 trabalha como escrivã na delegacia.
Por volta das 11h, Rodrigo teria informado que ia almoçar
 com um colega de trabalho e, na sequência,
 ia para Boituva resolver problemas bancários e visitar o filho,
 que mora na cidade. Porém, não enviou mais informações e
não retornou para a casa.
Imagens do policial em banco estão circulando nas redes sociais — Foto: Reprodução/Facebook

Ainda de acordo com a mãe, a última visualização de
Rodrigo no WhatsApp foi às 17h16 e o filho chegou a sair com
 uma das armas da Polícia Civil.
Imagens da agência bancária que circulam nas redes sociais
mostram o investigador na agência bancária por volta das 13h46.
De acordo com o delegado Agnaldo Ramos, da Delegacia de Investigações
 Gerais (DIG), ainda não há pistas sobre o paradeiro do policial.
"O caso foi registrado em Boituva, já que ele foi visto pela última vez pela cidade. 
Estamos investigando e tentando saber os passos dele nas últimas 48 horas, 
mas não temos pistas sobre onde ele possa estar ou que pode ter acontecido.
 Inicialmente, descartamos roubo após ele ter saído da agência porque ele 
retirou uma quantia pequena. Já temos as imagens e estamos analisando", 
afirmou ao G1.

8 de dez. de 2018

Caravana da Coca-Cola em Boituva acontece em 12 dezembro de 2018

Resultado de imagem para carreata coca cola boituva
Horário de saída: 19h
Supermercado Pague Menos
1. Rua Viriato da Silva Viana n 380 até n 150.
2.Rua Francisco Moreschi à esquerda n 162 até n 143.
3.Rua Guilherme Primo à esquerda n 323 até n 421.
4.Av Mario Pedro Vercellino à direita n 210 até n 28.
5.Rua Dr Fernando Costa à direita n 211 até n 8.
6.Rua Expedicionários Boituvense à direita n 75 até n 53.
7.Praça Dorval Fioravante Gianot à esquerda (terminal rodoviário).
8.Av Tancredo Neves à esquerda (prefeitura).
9.Rua Conselheiro António Prado à direita n 115 até n 531.
10.Rua Djalma Honorato de Arruda à direita n 32 até n 88.
11. rua Luigi Francesco Húngaro n 45 até n97.
12.Av Pereira Inácio à esquerda n 601 até n 1067.
13.Rua Osvaldo Leite de Lima à direita n 369 até n 650.
14.Av Brasil à esquerda n 505 até n 707.
15.Rua Manoel dos Santos Freire à esquerda,
retorno à esquerda em SP 129 sentido Novo Mundo.
16.Rua Harmonia Satorelli Fortuna à esquerda n 199 até n 141.
17.Rua João de Camargo à direita n 31 até n 659.
18.Av Gerson Ferriello início ao fim.
19.Rua Harmonia Satorelli Fortuna à direita n 293 até n 199.
20.SP 129 à direita retornar a esquerda km 12.
21.Rua Manoel dos Santos Freire à direita n 1220 até n 770.
22.Av Brasil à esquerda n44 até n 14.
23.Rua Manoel dos Santos Freire à direita n 568 até n 26.
24.Rua Cel. Eugénio Motta à direita n 261 até n 985.
25.Rua José Melare à direita n 25 até n 165.
26.Rua Expedicionário Souza Filho à direita n 912 até n 332.
27.Rua São Roque à direita n 152 até n 25.

Abaixo a lista das cidades por onde passara a carreata esse ano

28.Parada de Natal: praça da matriz.01/12 – Itapeva - saída às 19h
02/12 – Itararé - saída às 19h
03/12 – Capão Bonito - saída às 19h
05/12 – Itapetininga - saída às 19h
06/12 – Cerquilho - saída às 19h
07/12 – Capela do Alto - saída às 17h30
07/12 – Tatuí - saída às 19h30
08/12 – Votorantim - saída às 19h
09/12 – Sorocaba (Parque São Bento) – saída às 19h
09/12 – Porto Feliz - saída às 21h
11/12 – Itu - saída às 19h
11/12 – Salto - saída às 21h
12/12 – Boituva - saída às 19h
13/12 – Itu (Bairros Pirapitingui/Cajuru) - saída às 19h
13/12 – Sorocaba (Cajuru/Éden) - saída às 21h30
14/12 – Ibiúna - saída às 19h
14/12 – Piedade - saída às 21h30
15/12 – Tietê - saída às 19h
15/12 – Laranjal Paulista - saída às 21h
16/12 – Mairinque - saída às 19h
16/12 – São Roque - saída às 21h
18/12 – Sorocaba (Av. Ipanema) - saída às 19h
18/12 – Iperó - saída às 21h30
19/12 – Sorocaba (Wanell Ville e Central Parque) - saída às 19h
20/12 – Araçoiaba da Serra - saída às 19h
20/12 – Sorocaba (Av. São Paulo) - saída às 21h
21/12 – Sorocaba (Av Itavuvu) - saída às 19h
22/12 – Sorocaba (Centro) - saída às 19h

                                                                    fonte:http://www.sorocabarefrescos.com.br

12 de nov. de 2018

MENSAGEM DE HOJE - ¨"O DIA" 12-11-2018

Levante e agradeça por mais um dia que está começando.
Todo dia que se inicia é uma nova oportunidade de ser feliz.
 As vezes a rotina do dia a dia pode parecer difícil, 
mas não desanime!
 São os desafios que te fazem crescer!
 Tenha gratidão todos os dias ao acordar e ao dormir!
 Suas reflexões farão o seu dia acontecer.
 Por isso, pense coisas boas.

10 de nov. de 2018

LEMBRANDO DE QUADROS DOS ANOS 80 QUE DAVAM MAIOR MEDO!



Quadros dos anos 80 que davam MEDO
por Albert Vaz |
A década de 80 realmente não era para os fracos. A TV passava programas potencialmente fatais, como Bozo, Mara Maravilha e o Sergio Malandro.

Mas não era apenas na TV que os adultos assustavam as crianças daquela época: Eles levavam para dentro da própria casa um pedaço do inferno que chamavam de “Quadros”, penduravam na parede e ficavam escondidos olhando as crianças se borrarem de medo (é a única explicação que vejo).
Você pode achar que estou exagerando, mas espere até ver alguns exemplos.
Aviso: Se você não nasceu nos anos 80 (ou antes disso), você pode ser meio fraco de espírito para ver estas “obras de arte”, então chame um adulto para lhe acompanhar nesta jornada:

Paisagens

Ok, aqui você irá se perguntar o que tem de errado em quadros de belas casa ao lado de riachos. Bem, nada, se você não assistia filmes nos anos 80. Para nosso azar nesta época o filme ‘A convenção das bruxas’ passava quase que diariamente na TV. Neste filme uma das meninas ia parar dentro de um quadro, e ficava presa lá. Bem, este quadro do filme era muito parecido com os que nossas tias pregavam nas paredes. Então calcule o medo de alguém aparecer do nada no meio da paisagem.



Após ver esta cena num filme de terror que passava na sessão da tarde (isso mesmo, terror na sessão da tarde), você se deparava com estes quadros na sala de casa:










Meninos e meninas
Sério, olhe bem para estas crias do capeta e me diz: Que tipo de mente doentia colocava um negócio destes dentro de casa?






Dinossauros
Estes não davam medo, mas havia algo de hipnótico neles que nos fazia ficar horas olhando para ele. Eu até hoje não sei explicar o porquê, mas sei que vocês (filhos dos anos 80), passaram por isto também. É inexplicável, não?












Crianças chorando

Tá, agora a conversa ficou séria: Estes quadros eram assustadores, terríveis e haviam boatos de que eram amaldiçoados. Por que diabos sua tia tinha um destes NA SALA?
Para quem não sabe, na época havia um boato que o pintor Italiano Giovanni Bragolin havia feito um pacto para vender estas obras. Após isto, casas com estes quadros inexplicavelmente pegavam fogo, e a única coisa que restava era o maldito quadro. Este boato surgiu em 1985, após o tabloide britânico The Sun informar sobre um suposto incêndio onde apenas um quadro destes ficou intacto. Esta história já era conhecida no Brasil antes dos quadros começarem a ser vendidos aqui. Então refaço a pergunta. Por que compravam isto????











Além disto, haviam boatos de que o pintor colocou mensagens subliminares nas obras, deixando claro que eram crianças mortas:








Neste quadro abaixo o Mundo Estranho mostra algumas das supostas mensagens subliminares:


                                                                                        fonte: http://naftalinahumor.com.br

BoituvaPassageiros dereclamam das más condições do transporte público

Moradores afirmam que ônibus estão quebrados, com estofados rasgados e que há goteiras quando chove. Em nota, a viação Sanitur afirmou que está sabendo dos problemas e que alguns já estão sendo solucionados.


Passageiros reclamam das más condições dos ônibus em Boituva

Os moradores de Boituva (SP) reclamam das más condições do transporte público da cidade, que é feito pela empresa Viação Sanitur. Segundo eles, os assentos da maioria dos ônibus estão quebrados, o estofado está rasgado e há goteiras dentro do veículo.
Pedro Barbosa da Silva Junior conta que o estofado do banco está sempre sujo, e isso prejudica os passageiros.
"Quando estou com bermuda branca ela fica toda preta por causa do estofado”, diz.


Moradores de Boituva reclamam de bancos quebrados em transporte público — Foto: Reprodução/TV TEM


A viação Sanitur afirmou, em nota, que está sabendo dos problemas e que alguns já estão sendo solucionados. A empresa informou que os itens de segurança da frota não têm apresentado nenhum problema e a revisão está em dia.

A manutenção dos bancos dos veículos está sendo realizada e a o prazo pra conclusão é de 15 a 30 dias.
A empresa afirmou que também está revisando as canaletas e efetuando a troca das que estiverem com folga ou danificadas para evitar a vibração dos vidros. Quanto ao cordão de parada, ocorrem falhas simples pontuais que são solucionadas assim que identificadas.

A empresa também informou que a limpeza é realizada em todos os veículos diariamente, mas que, devido à realização de trajetos urbanos e rurais, alguns veículos ficam sujos ao longo do dia.
Em relação aos horários, a empresa informou que toda cidade é atendida pelo transporte coletivo urbano, de acordo com a demanda apresentada, e que, quando é necessário, realizam estudos para readequação dos horários.
A reportagem da TV TEM procurou a prefeitura de Boituva, mas não obteve retorno



FONTE ;G1 Itapetininga e Região


10/11/2018 08h33

19 de jul. de 2018

13° Festival de Inverno de Boituva 2018

De 25 a 29 de julho  acontece  em Boituva O 13° Festival de Inverno de Boituva e esse ano está com uma extensa programação e diversas atrações preparada  pela SEJUC, Secretaria de Esportes, Juventude, Lazer e Cultura para toda a população de Boituva e região. Confira:

QUARTA-FEIRA 25/07
19h00 Coro Carinhoso
19h30 Coro do NUTI
20h00 Orquestra de Violeiros Saltenses
20h40 Orquestra de Viola Caipira de Boituva
21h30 Show com Violeiro Mazinho Quevedo

QUINTA-FEIRA 26/07

19h00 Coro da Lira
19h30 Quarteto 04 Estações
20h10 Orquestra de Corda da Oficina de Artes
21h00 Banda MUVI – Música e Vida
21h30 Banda The Flash Music

SEXTA-FEIRA 27/07
19h00 Chamamezeiros
19h30 BANMIP – Banda Marcial de Iperó
20h30 Camerata Filarmônica UniJÁ
21h30 Fryvan Duo

SÁBADO 28/07
20h00 Maestro João Carlos Martins e Filarmônica Bachiana
21h00 Coro Municipal de Boituva "Maestro Antônio Brasil Holtz
21h30 Coro Oficial do Festival de Inverno – Regente Dalton Coelho
22h00 Banda Vintage

DOMINGO 29/07
12h00 Grupo de Percussão
12h30 Coro Gospel
13h00 Evolution Music Center
15h00 Folia de Reis de Itu
16h00 Coro Municipal de Itu
17h00 Coorporação Musical Lira Santa Cecília
19h00 Missa Paróquia São Roque (Matriz)
20h30 Coro "Nota na Goela" de Vinhedo
21h00 Orquestra Educacional de Piracicaba

 Feria de Artesanato com a ASAB
 Praça de Alimentação em prol as Entidades Sociais de Boituva

Zé Latinha e Zé da Timba cantam Bee Gees - será?

O vídeo de dois músicos Zé da Timba e Zé Latinha desconhecidos a alguns  anos,hoje fazem sucesso  pelas redes sociais com milhares de visualizações são da cidade  de Avaré,em São Paulo, pela humildade hoje tem o reconhecimento de todo Brasil  já participaram de diversos programas de televisão  


O nome da canção? Ninguém sabe,  De qualquer forma a voz lembra Bee Gees mas a musica como muitos imaginam não pertence ao  grupo australiano. Desta  forma  eles mesmos confirmam ser autores  através desse  vídeo  na apresentação no programa  domingo show em 2016 assista o vídeo da apresentação e historia da dupla  através do you tube clicando aqui

23 de abr. de 2018

BOITUDANÇA 2018 :Festival de Dança Boituva

As inscrições para o Festival de Dança Boituva estão abertas. O regulamento por ser obtido através do email: boitudanca@boituva.sp.gov.br.

16 de abr. de 2018

O radialista Paulo Barboza Morre em São Paulo, aos 73 anos.


Barboza passou pelas rádios Record, Globo, Tupi e Rádio ABC
Reprodução/RecordTV

O radialista Paulo Barboza morreu na madrugada desta segunda-feira (16), aos 73 anos, em decorrência de um infarto na casa dele, no Morumbi, na zona sul de São Paulo. A informação foi confirmada pelo advogado e amigo dele.
Paulo Roberto Machado Barboza nasceu no Rio de Janeiro, em 1944, e começou a carreira de radialista na Rádio Imperial, em Petrópolis.
No decorrer de sua carreira, ele passou pelas rádios Record, Globo, Tupi, América e atualmente ele tinha um programa na Super Rádio e na Rádio ABC.
O velório está previsto para as 9h desta segunda, no Cemitério Horto da Paz, na rua Horto da Paz, 191, em Itapecerica da Serra, região metropolitana de São Paulo. A cerimônia de cremação ocorre às 17h, no mesmo local.

                                                                                                                 16 de Abril de 2018 - claudia batista
                                                                                              fonte:http://ultradicas.com.br

13 de abr. de 2018

RAZÕES PARA VISITAR BOITUVA


Localizada a 117 quilômetros de São Paulo, a cidade de Boituva tornou-se um destino certo para aventureiros e recebe muitos paulistanos, principalmente nos fins de semana. Parte deles é atraída pelos balões que colorem o céu logo de manhãzinha: lá do alto, com a cidade a seus pés, muitos comemoram o aniversário, fazem pedido de casamento ou, simplesmente, brindam a vida. A natureza e o clima privilegiado da região também são propícios a saltos de paraquedas – ambas as atividades são realizadas no Centro Nacional de Paraquedismo. Ainda para os adeptos de esportes radicais, outra atração é a Pousada Mirante, que reúne rafting e campo de paintball.

Como praticamente toda cidade interiorana, Boituva também proporciona passeios mais tranquilos, a exemplo do Museu do Tropeiro, dos pesqueiros e da fazenda onde é possível degustar e ver as etapas de produção de uma cachaça local. Para quem vai em família, o município com cerca de 50 000 habitantes conta com zoológico, além de um parque ideal para fazer caminhadas à tarde e brincar com as crianças no playground. Na volta pela Castelo Branco, a dica é dar um pulo no Catarina Fashion Outlet, complexo que abriga mais de cem lojas, para conferir bons descontos que fazem a viagem valer ainda mais a pena. Confira a seguir um roteiro com  programas para aproveitar o melhor do destino:



Passeio de balão: é daquelas experiências únicas, que só se tem uma vez na vida. Portanto, não economize na hora de escolher uma boa agência para realizar o voo
Paraquedismo: para os iniciantes, o mais indicado é o salto duplo (a partir de 350 reais). Preso ao instrutor, é possível saltar de um avião a mais de 3 000 metros de altura e cair a uma velocidade de quase 200 quilômetros por hora. A aventura no ar dura cerca de cinco minutos, com cinquenta segundos de queda livre, e pode ser registrada em vídeos e fotos pelo próprio instrutor ou um cinegrafista


Chácara Samambaia: distante apenas sete quilômetros do Centro Nacional de Paraquedismo, é uma boa opção para se hospedar antes de praticar as atividades. Peças antigas de decoração como um ferro a carvão e uma máquina Singer conferem um ar rústico ao ambiente do local. Os quartos são simples, mas todos equipados com ar, TV e frigobar. Os hóspedes ainda têm à disposição uma churrasqueira, quiosques, fogão caipira, piscina e parquinho para a criançada. Para não hóspedes, o local oferece um agradável café da manhã no local.


Museu do Tropeiro: instalado em um sítio, o local expõe um acervo composto por mais de 700 peças que narram a história dos tropeiros – no passado, eles eram os responsáveis por levar mercadorias de uma região à outra a bordo de mulas e cavalos. Entre as atrações, está o fogão de trempe, com cerca de 150 anos, no qual era feito o típico feijão-tropeiro. A visita precisa ser agendada antecipadamente por telefone. Endereço: Sitio do Zé Bueno, na Estrada Jerivá, 140, Bairro Jerivá. | Telefone (15) 3263-3887 | Entrada gratuita.


Pousada Mirante: a área de 10 000 metros quadrados reúne quadras de vôlei e futebol, salão de jogos e piscina. Da lista de atrativos destacam-se ainda o o campo de paintball e o rafting, realizado no município de Cerquilho pela pousada. Afora os esportes radicais, há cavalos para montaria, charretes e estande de tiro com armas de pressão. Endereço: Estrada do Mirante de Boituva, 1000. | Telefone: (11) 99976-6681 e (15) 99789-3158. www.radical.com.br.

Fazenda do Pinhal: teve início no século XIX e ainda hoje cultiva milho e cana-de-açúcar. Esta última é usada na produção da cachaça Três Coronéis, envelhecida em tonéis de carvalho. e vendida a 20 reais a garrafa com 750 mililitros. No engenho, é possível conhecer todas as etapas da produção de bebida, desde a moagem da cana passando pelo processo de destilação no alambique até a finalização. Endereço: Estrada Municipal Zélia de Lima Rosa, s/nº – Km 8 | Telefone: (15) 3264-1142.

Parque Egídio Labronici: é ideal para fazer caminhadas à tardinha, seja com os pequenos ou somente um casal. Popularmente conhecido como Parque da Cidade, contempla uma área verde de 30 280 metros quadrados, onde se encontram mananciais naturais e árvores frutíferas e ornamentais. As copas mais altas fornecem uma agradável sombra aos banquinhos instalados na pista de caminhada. Também tem parquinho, uma ponte suspensa e equipamentos para ginástica. Endereço: Endereço: Rua José Amadio,110 | Horário: 6h/22h (sab. dom. e feriados 7h/19h). Te.: (15) 3263-2827.


Parque Eolológico Eugênio Walter: uma boa opção para a garotada observar os animais sem enfrentar as costumeiras filas que se formam no zoo da capital paulista. Com 136 000 metros quadrados o local abriga 75 animais de 35 espécies, entre elas o tucano-toco, o mutum grande e o cachorro-do-mato. A maioria dos animais foi levada para o parque após apreensões em cativeiros irregulares. O queridinho do zoo é Chico, um macaco-prego que se aproxima do público tão logo vê uma câmera. Dica aos pequenos: dá para ver o tratador alimentando os animais por volta das 3h30. Endereço: Avenida Pedro Eid, s/nº. | Horário: 8h/16h30 (fecha seg.). Entrada gratuita. | Telefone: (15) 3263-5302.

Como chegar em Boituva: a cidade fica a 117 quilômetros da capital e é acessada pela Rodovia Presidente Castelo Branco (SP-280). Para quem vai direto ao Centro Nacional de Paraquedismo, é necessário atenção: saia da Castelo no quilômetro 116 e, mantendo-se à direita, a partir do trevo, pegue a estradinha sentido Iperó. A pequena estrada que dá acesso a Iperó não é das mais sinalizadas. Por isso, fique atento à única placa que indica a entrada do Centro Nacional de Paraquedismo.

fonte: ejasp.abril.com.br/cultura-lazer/dez-razoes-para-visitar-boituva/

29 de mar. de 2018

curiosidade-Por que não se come carne na Semana Santa? E a sexta-feira é santa?


tradição cristã da Sexta-feira Santa. Afinal, pais e avós (de quem tem formação católica) ensinam que não deve-se comer carne vermelha nesta dia. Acredito que muitos se perguntam o porquê.
Fui buscar lá atrás, na história, a resposta. Mais especificamente na Idade Média, a partir do século V d.C., época em que o cristianismo começa a se fortalecer na Europa e a igreja se torna uma instituição de grande influência no poder. Tempos em que os sacrifícios em louvor a Deus eram comuns e uma das práticas mais habituais era jejuar em datas religiosas.
Na Quaresma e na Semana Santa, a igreja proibia o consumo de carne vermelha. Dizia que fazia alusão ao sangue derramado por Cristo para nos salvar dos pecados. Abstendo-nos desse alimento estaríamos nos unindo ao sacrifício e ao amor de Cristo.
Substituía-se, então, a carne por peixe. Este, aliás, foi o símbolo adotado pelos primeiros cristãos. Ichthys, em grego, significa peixe e ao mesmo tempo são as iniciais da expressão “Jesus Cristo, filho de Deus e Salvador”, usada nos primeiros tempos do cristianismo quando os fiéis eram perseguidos.
Os mais apreciados eram o salmão, a truta, o bacalhau, o esturjão e o arenque. Também se substituía a carne por queijo, frutas secas, ovos, e a gordura, por azeite.
Consumir peixe ou outro tipo de proteína no lugar da carne vermelha, hoje, não é problema por aqui. Temos inúmeras opções no mercado e muitas receitas em que o peixe é o protagonista – caso da tainha recheada, do litoral de Santa Catarina, o peixe azul marinho, do litoral Sudeste, a moqueca de peixe, seja ela capixaba ou baiana e, ainda, o cuscuz paulista. Isso sem falra nos peixes de rio, como pirarucu, servido grelhado, e filé de pintado, com purê de banana-da-terra. Selecionei algumas receitas que são a cara do Brasil. Ninguém nem vai sentir falta de bifes sangrentos estes dias.

(fonte :

Portal IG)

27 de mar. de 2018

Batida entre carretas em BOITUVA na SP-280 mata motorista



Motorista de uma carreta morreu em um acidente na manhã desta terça-feira (27), na rodovia Castello Branco (SP-180). A batida foi na altura do quilômetro 122, em Boituva SP).
 De acordo com a Polícia Rodoviária, o motorista trafegava pela rodovia no sentido interior quando perdeu o controle da direção e bateu na traseira da carreta que estava à frente.
O impacto foi tão forte que a cabine "sumiu" ao ser prensada pela carroceria contra a traseira do veículo da frente.Equipes de resgate foram acionadas para tirar o motorista das ferragens, mas ele não resistiu aos ferimentos. Duas das três faixas da rodovia precisaram ser interditadas.

20 de mar. de 2018

FESTA JUNINA DE VOTORANTIM 2018 A MAIOR DO INTERIOR PAULISTA

Anitta, Simone e Simaria e Alok são algumas das atrações confirmadas na Festa Junina Beneficente de Votorantim de 2018. O evento, que chega neste ano à sua 103ª edição, começa no dia 6 de junho e terá 20 dias de duração.

A programação completa foi divulgada pelos organizadores na noite desta segunda-feira (19). Considerada a maior e mais tradicional festa junina beneficente do Estado de São Paulo, a Festa Junina de Votorantim é realizada em uma parceria entre a Comissão Municipal de Assistência Social de Votorantim (Comas) e a Viva Entretenimento, com o apoio da Prefeitura. Neste ano, cerca de 20 entidades farão parte do evento.

A lista de shows traz artistas de todos os gêneros no Palco Principal.
 Na primeira semana as atrações serão 
Zé Neto e Cristiano (dia 6);
 Marília Mendonça (dia 7); 
Raça Negra (dia 8); 
Wesley Safadão (dia 9) 
e Simone e Simaria, além do Delluka (dia 10).

Na segunda semana, os shows serão 
Ferrugem e Dilsinho (dia 13), 
MC Kevinho e MC Menor (dia 14); 
Gusttavo Lima (dia 15), 
Anitta (dia 16)
 Jorge e Mateus (dia 17).

Na terceira semana, 
irão se apresentar na festa 
a cantora gospel Aline Barros (dia 20) 1Kilo e Maneva (21) ; 
Roupa Nova (22); 
Turma do Pagode (23),
 e a estrela teen Larissa Manoela (24). 

Na última semana do evento, 
as atrações serão Padre Wagner, 
Zezé di Camargo e Luciano, 
DJ Alok, Nando Reis e Gustavo Mioto.

Os ingressos estão à venda a preços populares, a partir de R$ 15, pelo site www.guicheweb.com.br/festajunina e posteriormente serão divulgados os pontos de vendas em lojas físicas.

Novidades

De acordo com os organizadores, uma das novidades deste ano é que o espaço destinado às entidades assistenciais será ampliado, facilitando o acesso da população e melhorando o fluxo de pessoas. Ainda nesse espaço será montado o Palco Dois, que contará com apresentação de bandas e artistas locais.

A festa passa a ter 20 dias e irá funcionar de quarta a domingo, nos seguintes horários: de quarta a sexta a partir das 19h, sábados a partir das 14h e domingos a partir das 12h.

O parque de diversões, segundo os organizadores, terá mais de 20 brinquedos e a segurança contará com agentes de segurança e videomonitoramento. Segundo o Comas, haverá sorteio de quatro motos, todas as quartas-feiras para todos que pagarem os R$ 3 da entrada, e o sorteio de um carro para quem comprar antecipadamente a cartela com 10 ingressos para o parque.
                                                                                                                                                   fonte: https://www.guicheweb.com.br/festajunina  / facebook: @festajuninavotorantinoficial

10 de mar. de 2018

ACIDENTE ENTRE SETE VEÍCULOS PROXIMO A BOITUVA

Segundo a polícia, sete veículos se envolveram no acidente, em Boituva (SP). Um casal de idosos, de 73 e 74, morreu no local e cinco pessoas ficaram feridas, afirmam os bombeiros.


Um engavetamento envolvendo sete veículos deixou um casal de idosos morto e cinco feridos na rodovia Castello Branco (SP-280), na manhã deste sábado (10), em Boituva (SP).
Segundo a Polícia Militar Rodoviária, o quilômetro 115, sentido interior, ficou totalmente interditado das 8h30 até 12h30, e houve congestionamento de 10 quilômetros. Às 12h35, uma das faixas começou a ser liberada somente para carros e às 13h30, a pista foi liberada.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, motoristas afirmaram que reduziram a velocidade em um trecho que estava sendo recapeado.
Porém, o motorista de um caminhão que carregava frangos não teria conseguido frear a tempo e teria causado um engavetamento com outros veículos, sendo três motos e três carros.

Devido ao impacto, o casal de idosos, de 74 e 73 anos, que estava em um dos carros atingidos, com placas de Mauá (SP), morreu na hora. Outras cinco pessoas foram socorridas por Unidades de Resgate e levadas para hospitais da região.
Ainda segundo os bombeiros, duas foram levadas para Sorocaba (SP) em estado grave, outras duas para o hospital de Boituva (SP) e uma para Tatuí (SP).
Ainda de acordo com a polícia, equipes policiais estão no local orientando os motoristas. As causas serão investigadas.

em nota, a concessionária AB Colinas informa que o acidente não foi ocasionado em razão das obras existentes no local.
Segundo o órgão, a rodovia está recebendo serviços de recapeamento, que está devidamente sinalizado, conforme padrões rodoviários exigidos e de acordo com o manual de sinalização do Departamento de Estradas de Rodagem, inclusive, aprovada pela Polícia Militar Rodoviária.A concessionária ressalta que havia sinalização, como diversas placas indicativas da obra, informando a distância e a velocidade permitida no trecho, além de dois homens bandeiras indicando a obra.



                                                             FONTE:Por Paola Patriarca, G1 Itapetininga e Região

16 de fev. de 2018

DESENHOS ANTIGOS,COMO É BOM LEMBRAR!

trazemos uma lembrança legal pra você que ouve uma boa musica e acessa a pagina da radio lucweb sempre, que tal recordar  três desenhos antigos ,ouvindo uma boa musica ? futuramente estaremos postando  mais curiosidade sobre desenho da decada de 80.
 A caverna do Dragão
história de Caverna do Dragão (Dungeons & Dragons) nasceu como um jogo de RPG criado pela TSR. Não apenas isso, tornou-se um dos mais populares nomes no gênero.
Fundada na década de 1970, a empresa tornou-se líder de mercado graças ao grande sucesso do RPG. Como prova de sua fama, até no filme E.T. - O Extraterrestre, dirigido Steven Spielberg, o jogo aparece. Os Jogadores de D&D criam personagens que embarcam em aventuras imaginárias em que eles enfrentam monstros, reúnem tesouros, interagem entre si e ganham pontos de experiência para se tornarem incrivelmente poderosos à medida que o jogo avança.
O sucesso comercial do D&D trouxe muitos produtos relacionados, incluindo a "Dragon Magazine", "Dungeon Magazine" e a série animada Caverna do Dragão. Baseado no RPG, o desenho era produzido pela Marvel em associação com a TSR. Imitando o estilo japonês de animação (com olhos grandes e boas cenas de ação), o seriado animado trouxe para a televisão um estilo dark e sóbrio, pouco comum aos programas infantis.


Don Pixote
Tendo estreado em 1958, Dom Pixote foi o show que colocou a agora lendária dupla William Hanna e Joseph Barbera no mapa. A série, patrocinada pelos cereais Kellogy's, foi o primeiro programa totalmente animado produzido exclusivamente para a televisão. Um cachorro azul de fala arrastada, Dom Pixote era maravilhoso enquanto desfilava pelo mundo da animação com suas observações inteligentes.
Dom Pixote era para ser um cão normal, de pelo marrom, mas devido a um erro de coloração, ele foi pintado de azul e Joe Barbera adorou a idéia. Em 1960, o desenho tornou-se a primeira série animada de TV a ganhar o prêmio Emmy.



Faísca e Fumaça

Os corvos mais malucos dos desenhos animados foram criados por Paul Terry em cima de uma idéia até então pouco explorada no mundo dos cartoons: gêmeos idênticos. Produzida pela Terrytons para a Warner em 1946 e transmitidos por vários canais de televisão no Brasil, nos anos 60, 70 e 80, a série animada Faísca e Fumaça não teve cores até 1960.
A série durou 53 episódios até 1971, quando já era em cores.