(((rádio lucweb))) : "É mentira, nosso carro não estava quebrado", diz diretor de escola de samba de Santos (SP)

12 de fev de 2013

"É mentira, nosso carro não estava quebrado", diz diretor de escola de samba de Santos (SP)

O diretor de Carnaval da escola de samba Torcida Sangue Jovem, de Santos (72 km de São Paulo), Marco Vilella, disse na noite desta terça-feira (12) que o carro alegórico da organizada não estava quebrado no momento do acidente que causou a morte de quatro pessoas durante o desfile na madrugada.
"Um morador que assistia ao desfile falou na TV que viu o carro quebrado antes do acidente. É mentira, o carro não estava quebrado", afirmou Villela. O que aconteceu, mas que não teve nada a ver com o acidente, foi que um dos cavalos acoplados na lateral do carro alegórico se soltou, aí fomos lá e tiramos os cavalos dos dois lados e pronto."


Segundo a reportagem do UOL que  apurou que integrantes da Sangue Jovem teriam ficado contrariados com declarações e insinuações feitas ao longo do dia de que houve imperícia por parte de quem conduzia o carro alegórico. "Hoje foi, sem dúvida nenhuma, o dia mais triste da minha vida", disse Vilella.

No início da tarde de hoje, o prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), havia afirmado, em entrevista coletiva na sede da prefeitura, que o carro alegórico estava em local impróprio no momento do acidente. Segundo Barbosa, o carro deveria estar no centro da pista. O prefeito prometeu que os fatos serão apurados, e todas as providências, tomadas.

"É uma tragédia que nos faz pensar", afirmou o assessor de imprensa da Sangue Jovem, Alexandre Cunha. Acho que fatos como esse, o de Santa Maria, o do estádio do Grêmio, levam todos nós a uma reflexão sobre segurança", declarou Cunha, antes de ser chamado para uma conversa com outro integrante da diretoria, que o aconselhou a pedir à imprensa que aguarde a nota oficial, a ser divulgada nas próximas horas.

A advogada da Sangue Jovem, Agra Tavolini, já havia afirmado ao UOL no final da tarde de hoje que a organização irá preparar uma nota oficial sobre o acidente. Ela também informou que a torcida fará uma homenagem às vítimas antes da partida entre Santos e Ponte Preta, a ser realizada no domingo (17), em Campinas (92 km de São Paulo), pelo Campeonato Paulista.
A prefeita de Guarujá (86 km de São Paulo), Maria Antonieta (PMDB), esteve no velório de Mirella Diniz Garcia, 19, aberto meia hora antes no salão de Mármore do estádio Urbano Caldeira -a Vila Belmiro-, em Santos. Guarujá e Cubatão (56 km de São Paulo) cancelaram os festejos do Carnaval 2013 após o acidente em Santos.

As outras vítimas fatais do incidente são Ludemildo da Silva Militão, 25; Leandro Monteiro, 26; e Wictor Ferreira, 29. Além dos quatro que morreram, seis pessoas ficaram feridas, e o estado de saúde delas não é considerado grave.


fonte:uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário