(((rádio lucweb))) : Boituva-Vídeo mostra salto de paraquedas que jovem pagou com cartão de vítima

19 de jul de 2015

Boituva-Vídeo mostra salto de paraquedas que jovem pagou com cartão de vítima

Luccas Zeferino Leal Silva foi preso após a polícia rastrear o cartão da vítima. Ambulante foi assassinado e seu corpo foi encontrado no dia 1° de maio.



Um vídeo registrado pelo jovem Luccas Zeferino Leal Silva, de 20 anos, mostra o salto de paraquedas que ele pagou com um cartão de crédito que era do ambulante Mario Sergio Ribeiro, morto em abril deste ano em Guarujá, no litoral de São Paulo. Luccas é suspeito de ter participado do assassinato do ambulante.
saiba mais:
O crime aconteceu dentro da casa da vítima, Mario Sergio Ribeiro, de 58 anos, no dia 28 de abril, no bairro Santa Rosa. O corpo só foi encontrado no dia 1º de maio, já em decomposição, dentro da própria residência. De acordo com informações da Polícia Civil, o homem foi visto entrando em casa com três rapazes e os vizinhos escutaram barulhos vindos da residência. Policiais foram acionados e quando chegaram ao local encontraram a casa revirada e a faca utilizada no crime. Ele teve os tornozelos amarrados e apresentava sinais de agressões. Os agentes perceberam que o cartão de crédito da vítima havia sido roubado.

Luccas foi preso na tarde desta sexta-feira (17) em São Paulo. De acordo com a polícia, ele usou o cartão de crédito da vítima para fazer compras e pagar por um salto de paraquedas no interior do Estado. O vídeo, que foi registrado na cidade de Boitúva, mostra o rapaz junto com seu instrutor saltando de paraquedas.

Luccas foi preso na Capital e de lá foi levado até o
DP Sede de Guarujá (Foto: Guilherme Lúcio / G1)
Um mandado de prisão temporária foi expedido em maio e o rapaz foi identificado como um dos autores do crime. Além do salto de paraquedas, com o cartão de crédito da vítima ele fez compras em supermercado, quitou dívidas pessoais, comprou óculos de sol.
Com o histórico do cartão de crédito, a polícia conseguiu localizar Luccas que foi detido e levado até o Distrito Policial Sede de Guarujá onde o caso é investigado e ele ficará preso à disposição da Justiça. A polícia ainda investiga o paradeiro dos outros rapazes avistados entrando na casa do aposentado no dia do crime.

fonte:Do G1 Santos
FACEBOOK

Nenhum comentário:

Postar um comentário