(((rádio lucweb))) : "Enfrentar batalhão"é o que poderia fazer a quadrilha que assaltou a prosegur

6 de jul de 2016

"Enfrentar batalhão"é o que poderia fazer a quadrilha que assaltou a prosegur

Grupo fortemente armado atirou por 40 minutos contra policiais militares.
Chácara próximo a Rodovia Anhanguera foi usada para planejar ataque.

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi chamado para retirar explosivo deixado no prédio (Foto: Paulo Souza/EPTV)

O diretor do Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter 3), João Osinski Junior, disse que a quadrilha envolvida no assalto a empresa de transporte de valores Prosegur, em Ribeirão Preto (SP), estava devidamente preparada para reagir a uma ofensiva policial. “A quantidade de homens armados é suficiente para enfrentar qualquer batalhão que se aproximasse deles”, afirmou.
O grupo, formado por pelo menos 20 homens, fugiu deixando para trás um rastro de destruição e um policial militar morto. Segundo o delegado, mais de mil tiros de fuzil foram disparados em 40 minutos contra os policiais. A quantia levada pelos assaltantes não foi informada, mas segundo a polícia, milhões de reais foram roubados.
Testemunhas começaram a prestar depoimento ainda nesta terça-feira. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) auxilia as investigações da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Ribeirão Preto.
O secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, que esteve em Batatais (SP) onde o corpo do policial morto foi enterrado, disse que prender os suspeitos é uma questão de honra para o estado.
Durante a tarde desta terça-feira, documentos, coletes a prova de bala, toucas ninja e um carro usado pela quadrilha foram apreendidos em uma chácara em um bairro próximo à Rodovia Anhanguera, em Ribeirão. O imóvel foi alugado na semana passada e, segundo a policia, foi usado para planejar detalhes do crime.

                                                                                                                                       fonte:Do G1 Ribeirão e Franca

Nenhum comentário:

Postar um comentário